» » Disposição das Máquinas

Disposição das Máquinas

Não há um modo especial ou normas absolutas de se disporem as máquinas para darem melhor rendimento. Tudo é ditado pelo bom senso e pela prática do instalador. Três coisas não podem ser descuradas: a luz, as passagens e o espaço que cada máquina deve guardar em relação às outras máquinas e às paredes. Ao lado de cada máquina deve ficar a máquina da operação seguinte, por exemplo, a par das serras de fita e circular, deve-se colocar a desempenadeira e perto desta, a plaina. A tupia, que é a máquina mais violenta, deve ficar em lugar isento de qualquer interferência de aluno ou operário que não esteja trabalhando nela. O espaço necessário para cada oficial marceneiro monta-dor, é mais ou menos o seguinte: 1 oficial, 15 metros quadrados; 2 oficiais, 2Cm2 3 oficiais, 25m2 4 oficiais, 32m2. Para cada oficial que se acrescente, mais 8m2 A boa ventilação na oficina exerce salutar influência nos trabalhadores, pois o calor é uma das causas da fadiga. A iluminação artificial necessária é de 15W por metro quadrado.

Quanto à luz, natural ou artificial, aconselha-se a seguinte distribuição: a) Sobre a serra circular, a luz natural deve cair da esquerda e do alto. b) O mesmo quanto à desempenadeira: luz da esquerda e da parte superior. c) A sena de fita deve ter luz projetada sobre o trabalho. d) Convém que a lixadeira de fita horizontal tenha a luz só pela frente. E a de disco, luz do lado direito e sobre o disco. e) O tico-tico deve ter luz especial, de maneira que a linha seguida pela serra fique bem iluminada.  O torno para madeira fica bem, colocado num angulo de 45° da parede em que há janelas.

Conservação das máquinas. Não basta ter-se o maquinismo suficientemente lubrificado, pondo se lhe óleo graxa nos orifícios, nos copos e nas engrenagens; é necessário também a limpeza do mesmo pois esta faz parte da boa conservação da máquina.

A remoção dos cavacos é feita por meio de escovas, topa e fole. A ordem e a limpeza são fatores importantes ponto de vista de segurança e de eficiência. Trepidação. Evita-se que a trepidação das máquinas pesadas prejudique o prédio, isolando-as do piso, isto assentando-as em base própria. Quem não pode ter muitos motores, assente o único de que dispuser sobre trilhos, que, servindo a várias máquinas, economizará espaço e dinheiro.

Gostou do que viu? Compartilhe!