» » Fungos, Brocas e Cupins

Fungos, Brocas e Cupins

cupim

Prevenir

As pragas urbanas causam grandes prejuizos, e prevenir é o melhor remédio, para isso as madeiras novas devem ser protegidas com um dos vários produtos específicos existentes no mercado.

Deve ser aplicados em toda a madeira ou conjunto de madeiras (cadeiras, camas, mesas, etc.) conforme indicação do fabricante.
Aplicação normalmente feita com pincel, em todos os lados do objeto.

Trabalhe numa área ventilada, longe de crianças e animais domésticos, proteja os olhos, as mãos e vias respiratórias, estes produtos são muito tóxicos. Prestar muita atenção ás recomendações dos fabricantes.

Fungos

– os ataques de fungos, que causam o apodrecimento da madeira, são o resultado da permanência no sol ou na chuva. Ficar ao tempo é o principal fator para o aparecimento de grandes quantidades de fungos. Alta umidade e calor também colaboram. Além do empenamento das madeiras pelas constantes mudanças climáticas.

A melhor solução para madeiras expostas são os vernizes, fáceis de aplicar com pincel, isolam e protegem a madeira do tempo, com grande elasticidade acompanham a dilatação retração da madeira.

A manutenção também extremamente fácil, uma vez que se aplica uma nova camada encima da anterior. Os vernizes em geral já contém inseticidas e fungicidas.

Brocas

– podem atacar todo o tipo de objeto em madeira e papel, fazendo verdadeiras avenidas no interior de moveis ou livros. A indicação que o lugar esta tomado pelas brocas, é o aparecimento de quantidades de “areia” e “poeira” (de madeira) junto ao objeto infestado.

Cupins

– na madeira seca, o cupim se instala em seu interior e uma das poucas maneiras de saber que ele esta lá é pelo aparecimento de camada de pó de madeira (parecido com areia) no chão embaixo do local da infestação. Qualquer objeto pode estar infestado pelos cupins, portas, rodapés, moveis, forros, etc.

Na madeira úmida ou molhada (enterrada) – o cupim é mais difícil de ser descoberto, pois tanto podem ter seu ninho feito “com terra” acima como abaixo do piso, mas uma maneira eficaz é verificar se existem sinais de terra fresca, em armários de áreas úmidas como na cozinha, banheiro, área de serviço, caixas de interruptores ou tomadas, rodapés, etc.
Se for descoberta uma infestação, e a injeção do produto não for possível no local, é melhor se aconselhar com um profissional da área.

Nos casos mais graves de “infestação” deve-se injetar o inseticida nos próprios orifícios abertos pelos insetos até ficarem saturados ou fazer vários furos com uma broca bem fininha e injetar o produto adequado, com a ajuda de uma seringa comum.

Pode-se também mergulhar por um ou dois minutos (ver indicação do fabricante) a madeira no produto. Depois espere secar bem.

Para a aplicação destes produtos a madeira deve estar limpa, seca e livre de qualquer tipo de acabamento.

Depois de dez dias, se a infestação continuar repita a operação.

O que é cupim de madeira seca?

Os cupins de madeira seca se estabelecem diretamente no interior da madeira, não necessitando do contato com o solo ou com umidade, já que estão adaptados para sobreviver do alimento seco, sem fonte suplementar de umidade.

Atacam móveis e compontentes do edifício, como forros, labris etc.

Que tipo de madeira cupim não come?

Os cupins não comem as madeiras de alta durabilidade natural como a Aroeira, o Ipê, a Massaranduba, e diversas outras que são resistentes ao ataque. Em geral, as madeiras resistentes são duras e pesadas.

A durabilidade da madeira pode ser conseguida também com aluguns produtos químicos que, quando aplicados, são tóxicos aos insetos.

Cupim come assoalho?

Raramente os cupins de madeira seca atacam o assoalho, pois as madeiras utilizadas em sua fabricação costumam ser duras e resistentes ao ataque.

Por outro lado, os cupins de solo podem atacar assoalhos, especialmente as peças que tem partes constituídas de alburno (brancal), que é uma região perecível da madeira, mesmo nas espécies de alta durabilidade natural.

Gostou do que viu? Compartilhe!