» » Mesa Elástica

Mesa Elástica

mesa-elastica

Quanto à forma, neste sistema, a mesa pode ser quadra- da, retangular, oitavada, redonda ou oval. O aro das mesas redondas e ovais é feito com cambotas pregadas ou caviladas e coladas, e revestido por uma folha que lhe encobre as emendas. O tampo e as barras laterais são divididos em duas metades. Em muitos casos os pés são seguros por grossas longarinas e travessas, ou em quadro reforçado, de sorte a não acompanhar o movimento de extensão dos tampos e barras. No caso em que os pés se abram juntos com as barras, mesmos devem ter rodízios na extremidade chão. As corrediças rebaixadas, formam dois grupos de três (ou mais, nas mesas grandes), ficando a do meio de cada grupo fixa no referido quadro ou nas longarinas, e as quatro de fora, duas parafusadas num tampo e duas noutro.

Os tampos compensados podem ser cavilha dos e colados nas barras, ao passo que os de madeira maciça só devem ser seguros por meio de pregos, de parafusos ou de taramelas. Quando sobra espaço suficiente entre os dois grupos de corrediças (isto dá-se nas mesas que não devem abrir tanto), os tabuleiros sobressalentes para aumento  guardados dentro da própria mesa. Não deve ser esquecido, porém, que os tabuleiros das mesas quadradas não cabem entre as barras, a menos que estas saiam fora do tampo em toda a sua grossura.

Chama-se ganzepe o rasgo emalhetado que se faz nas guias das mesas e que vai estreitando da base para cima. corrediças podem ser, em vez de uma com macho e outra com fêmea em toda a extensão, as duas com ganzepe, tendo cada uma apenas um pedaço de macho de uns 15 centímetros de comprimento, numa das extremidades, contanto que fique oposto ao que se coloca na outra guia com que forma par.

Gostou do que viu? Compartilhe!