» » Serragem Racional da Madeira

Serragem Racional da Madeira

Uma tora pode ser serrada em pranchas, tábuas, ferrão, forro, ou em folhas de 11/2, 2, 3, 4 ou mais milímetros de grossura, conforme a natureza da obra a que se destine a madeira, ou à vista da beleza natural da mesma. O primeiro desdobro é feito numa serra denominada “ti côa”. As serra francesa presta-se para serrar tábuas de um centímetro para cima. As folhas de três, quatro e mais milímetros são produzidas pelas senas de fita automáticas ou pela serra horizontal de “santista” A sena de “poço”, de lâmina e dentes finos, que tanto cortam na ida como na volta, é própria para folhas finas de 1, 1½ e 2 milímetros. De uns anos a esta parte a madeira no Brasil está também sendo falqueada e descascada em lâminas de 8 décimos a 4 milímetros de espessura. Há pouco, apareceu um novo tipo de folhas de um milímetro, falqueadas pelo sistema radial, por uma moderníssima e perfeita máquina alemã, que as destaca da tora em forma de cone truncado, como se aquela girasse lentamente dentro de um grande e resistente apontador de lápis.

Os serradores ou falqueadores caprichosos, ao colocarem a tora lavrada na máquina, escolhem sempre a face que pode produzir melhor desenho, e quando este começa a se alterar muito, tombam a tora, a fim de proceder à escolha de outro desenho, e assim sucessivamente até o final. Daí a razão por que uma só peça de madeira classificada pode dar vários lotes de folhas, cada qual com desenho diverso dos outros.

O alburno, em regra, não serve para obras, pois raros são os que não carunchar. O cerne das plantas da família das dicotiledôneas é parte mais dura e, por conseqüência, a melhor e mais bonita. Todas as folhas desenhadas ou nodosas, de qualquer grossura, serradas ou falqueadas, devem ter, em cada extremidade, um número de ordem feito a giz de cor pelo operador da máquina, à medida que vão sendo serradas ou falqueadas, para facilitar aos cortadores a combinação dos desenhos. As folhas importadas do estrangeiro (era ble, ., oliveira, olmo, nogueira, etc.) têm a espessura de seis décimos de milímetro.

Gostou do que viu? Compartilhe!